O conhecimento científico é uma construção social mediada pela atividade de pesquisa entre vários setores da sociedade. Nesse aspecto, precisa ser refletido, debatido e, sobretudo, divulgado.

Neste contexto, os eventos científicos se constituem em meios eficientes para a divulgação dos avanços e descobertas inovadoras nas mais variadas áreas do conhecimento. O evento científico tem grande importância no processo de construção do conhecimento, tendo em vista a sua característica mais rápida de comunicação que os meios formais.

Nesse sentido, o 1º Seminário Internacional de Editores e Pesquisadores do Ministério da Justiça e Segurança Pública pretende reunir profissionais, integrantes do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), instituições parceiras do Brasil e de outros países, especialmente pesquisadores e editores na área de segurança pública, para troca e transmissão de ideias e fatos novos que possam contribuir para o avanço do conhecimento científico na área. Especificamente:

a) desenvolver e consolidar competências e habilidades necessárias para as práticas de pesquisa em Segurança Pública;
b) conhecer as práticas internacionais para o desenvolvimento de pesquisa científica com foco nos temas da Segurança Pública;
c) discutir e refletir a produção de conhecimento em Segurança Pública;
d) estimular e promover o avanço da geração de conhecimento na área de segurança pública, por meio de intercâmbio institucional permanente entre os pesquisadores;
e) desenvolver e consolidar competências e habilidades necessárias para a atividade de edição de revistas científicas de segurança pública;
f) conhecer práticas para a gestão de periódicos científicos na área de segurança pública;
g) apresentar novos métodos de mediação da produção científica;
h) atualizar os editores, pesquisadores e suas equipes no processo de comunicação científica focados no tema e nas linhas contemporâneas de pesquisa da Segurança Pública.

O Seminário pretende promover uma reflexão para as ações que devem ser realizadas no âmbito da produção e divulgação do conhecimento científico na área da Segurança Pública. Nesse cenário, surgem desafios que se apresentam na contemporaneidade e que possibilitam novos olhares que podem viabilizar caminhos metodológicos a serem desenvolvidos e implementados.